Calendário de Exibições

outubro 2018
seg ter qua qui sex sáb dom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031EC

Mostra MADE IN™

Retratos da China, Taiwan e Hong Kong

Equipamentos eletrônicos, acessórios de 1,99, confecção de forma geral. Nossa relação com o país chinês (e nisso incluem-se Taiwan e Hong Kong) é mais intensa e constante do que a realidade imediata da vida faz parecer. O cinema é arte de berço ocidental, e na China e regiões administrativas se emancipa principalmente após o fim do regime maoísta, e com a inclusão desse país na economia globalizada se dá início um processo de adentrada do valores ocidentais naquela região. A modernização da Ásia ocasiona choques com as antigas tradições: as novas formas de trabalho, a vida cada vez mais individualizada e a entrada das multinacionais são representadas ou postas em questão.

Representado na mostra com o famoso Amores Expressos, de Wong Kar Wai, Hong Kong apresenta os traços ocidentais mais fortes, devido ao fato de ter sido colônia britânica. O foco deste cinema é, principalmente, o vácuo entre as tradições e a modernidade.

Em seguida passamos para a misteriosa Taiwan, que hoje possui uma das maiores vanguardas do cinema contemporâneo. Com forte realismo, que o leva inclusive a ser comparado com o Neo-realismo italiano, as produções desse país crescem principalmente a partir dos anos 80, com nomes como Tsai Ming-Ling (Rebeldes do Deus Neón), que trata da alienação urbana e Hou Hsiao-Hsien (Garotos de Fengkuei), esse último que passou boa parte da sua filmografia refletindo a passagem da infância e da inocência para a vida adulta, em paisagens que agora passam a ser ocupadas por grandes indústrias e fast-food.

E fechamos com o chinês Em Busca da Vida, de Jia Zhang-Ke. O mais novo dos filmes, de 2006, traz ao centro do filme a questão do trabalho. E com um olhar simples, um ritmo lento e contemplativo, uma cidade em desconstrução é utilizada como palco para mostrar que, por trás de todo o glamour do neón, o ser humano vive assolado pelo trabalho.

Amores Expresssos (Wong Kar-Wai), 1994. 102 min, Hong-Kong- dia 02 de outubro, terça-feira às 19 horas, no Auditório Henrique Fontes (CCE-B).

Dois policiais, duas mulheres solitárias, duas estórias sobre amor nas suas mais estranhas e variadas manifestações e as influências do tempo e do espaço causando encontros e desencontros amorosos.

Rebeldes Do Deus Neón (Tsai Ming-Liang), 1992. 106 min, Taiwan – dia 09 de outubro, terça-feira às 19 horas, no Auditório Henrique Fontes (CCE-B).

Hsiao Kang, é um estudante descontente que vive com seus pais em Taipei. Decidido a deixar a escola para vaguear pela cidade com sua scooter, acaba encontrando dois rapazes que haviam quebrado o retrovisor do carro do seu pai, e resolve segui-los. Solto no grande centro, cheio de casas de jogos eletrônicos, luzes e pessoas vagando, que somados formam um ambiente sombrio, Hsiao Kang, traça um caminho que demonstra, de forma majestosa, o vazio da modernidade.

Os Garotos De Fengkuei (Hsiao-Hsien Hou), 1983. 101 min, Taiwan – dia 16 de outubro, terça-feira às 19 horas, no Auditório Henrique Fontes (CCE-B).

Um grupo de quatro amigos de uma pequena vila de pescadores acaba de largar o ensino médio e passa os dias entre brigas e jogos de sinuca, sem perspectivas de vida e apenas esperando a chamada para o inevitável serviço militar. Cansados da monotonia, três destes amigos resolvem viajar para a metrópole portuária de Kaohsiung em busca de emprego; lá, um deles consegue com a irmã um pequeno apartamento para os três, cujo aluguel eles precisariam providenciar. Além dos problemas de emprego, um dos garotos acaba se apaixonando pela vizinha Hsiao-Hsing, amante de um criminoso.

Em Busca Da Vida (Jia Zhang-Ke), 2006. 111 min, China – dia 23 de Outubro,  terça-feira às 19 horas, no Auditório Henrique Fontes (CCE-B).

A cidade de Fengjie é alagada para a hidrelétrica de Três Gargantas no rio Yangtze. Mais de um milhão de habitantes são deslocadas durante a obra. O filme conta a história de duas pessoas em busca de desaparecidos no meio de uma cidade em desconstrução.

Em caso de dúvidas, entre em contato com o CRS através das nossas redes sociais ou do nosso email: cineclubesganzerla.cinema@contato.ufsc.br. Esperamos você nas sessões

Write a comment